Higienização com aparelhos fixos

Higienização com aparelhos fixos

Em pacientes que fazem uso de aparelhos fixos, a escovação deficiente, somada a uma alimentação inadequada, rica em açúcar, além de provocar inflamação e hipertrofia da gengiva, poderia marcar o dente definitivamente com manchas brancas. Obediência aos princípios de higiene oral e a manutenção das visitas semestrais ao cirurgião dentista clínico ou odontopediatra serão procedimentos indispensáveis para o controle desses problemas.

Para escovação utilize uma escova ortodôntica, angulada em 45°, direcionada para a gengiva, comprimindo-a e fazendo pequenos movimentos horizontais por 10 segundos em conjunto de dois dentes. Introduza as cerdas da escova entre o dente e o fio e faça movimentos horizontais, primeiro direcionado para a superfície mastigatória e depois para a gengival. Lembre-se que nunca devemos fazer força quando estivermos escovando os dentes, pois isto pode machucar a gengiva e quebrar o aparelho. Escove a superfície oclusal e lingual (interna) dos dentes e a língua.

Recomenda-se ainda o uso de uma escova Interdental ou Bitufo para limpar superfícies inacessíveis à escova convencional, tais como as proximidades dos brackets, tubos, fios e elásticos, além de massagear a gengiva nos espaços entre os dentes. Introduza a ponta da escova nestes locais e faça movimentos curtos de vai e vem.

Outro ponto importantíssimo, que não se pode esquecer é o uso do fio dental diário. (recomenda-se o Superfloss da Oral-B) Para facilitar a passagem deste, por baixo do arco, pode-se lançar mão de um disposivo chamado passa-fio. Este funcionaria como um guia, uma agulha de linha por exemplo.